Nelson Porto

Nelson Porto

Inquieto com o abismo entre a realidade e a percepção humana, Nelson Porto é desde jovem um curioso pela representação do real. Filho de um professor de desenho e uma psicóloga, sempre se interessou pela forma como o cérebro decodifica luz e sombra, criando realidades onde só existe ilusão. Tendo a técnica fotográfica e a sensibilidade visual como base, seu trabalho mistura desenhos hiper-realistas, curta-metragens de vídeo-arte em timelapse e hyperlapse, projeções mapeadas e realidade virtual. Mas a fotografia, por si, é o espaço de onde continuamente extrai suas percepções e onde re-projeta significados e linguagem em uma experimentação que é tanto sensível quanto complexa.

Em seu primeiro trabalho individual, na exposição “Raiz” de 2013, com curadoria de Bianca Boeckel, revisitou o material colhido de viagens a Etiópia, Índia e Amazônia em busca de um precioso fio humano ancestral compartilhado. Outro tema recorrente e transversal ao trabalho de Nelson é o tempo, dimensão evidenciada pelo movimento das sombras, pela textura das superfícies, pelos vazios eloqüentes dos espaços.

Sua primeira participação em uma exposição coletiva de fotografias foi com “Bonito por Natureza”, que trazia imagens de um Rio de Janeiro idealizado, e esbanjava cor, alegria, movimento. Um de seus últimos trabalhos, “Ruína Carioca” é o oposto: ao visitar um prédio de luxo abandonado em frente ao cartão postal do Pão de Açúcar, as imagens evocam a decadência e o vazio deixado de outras eras. A exposição contou com a imersão em um dos ambientes do prédio em Realidade Virtual, e seu trabalho foi um dos destaques do SP Foto 2018.

BIOGRAFIA

Nelson Omegna Rocha Porto é um fotógrafo, designer e ilustrador que nasceu no Rio de Janeiro, em 1º de novembro de 1978.

Seu primeiro curso de desenho foi na direção do hiper-realismo, tendo como professor seu pai, Maurício Porto, com o curso de Desenho com o Hemisfério Direito do Cérebro. Mais tarde, especializou-se em animação de stopmotion a partir do curso de Desenho Industrial da PUC, em 2002. Posteriormente, especializou-se em técnicas de captura em timelapse (a partir de 2006) e hyperlapse (a partir de 2012).

Empreendedor digital desde 2003, tornou-se desenvolvedor web e criou os portais Lá naLapa e TodoRio.com, dedicados à divulgação cultural e gastronômica do Centro, e de toda a cidade do Rio de Janeiro.

Criou uma coleção de curta-metragens em timelapse com o nome “Animafoto”, a partir de suas experimentações de animação com fotografias. Como freelancer, já trabalhou criando vídeos especiais e cenas para os canais Globo e Sony Television, Fundação Roberto Marinho, Tátil Design, e para clientes como Bradesco, TedX e The Voice Brasil.

Trabalhando com projeção mapeada de suas imagens, realizou em 2014 e 2015 as projeções cenográficas para o show “Bossanegra”, de Hamilton de Holanda e Diogo Nogueira, em turnê pelo Brasil e pela Europa. Em 2018, criou junto com Rafaê Silva as projeções de cenário para o show de Hamilton de Holanda “Som da Imagem”, com diversas apresentações pelo Brasil.

Realizou de 2010 a 2016 as projeções do evento Disritmia Musica Brasileira ao Ar Livre, e de 2014 a 2017 as projeções do evento “Jazz Ahead”, tendo realizado mappings em inúmeros eventos pela cidade durante esse período.

A partir de 2015, fundou o Studio KwO XR em sociedade com Francisco Almendra, onde é responsável por Pesquisa e Desenvolvimento de Novas Tecnologias, Direção Criativa e Coordenação de Pós-Produção.

Juntos, já realizaram mais de 30 projetos de realidade virtual utilizando vídeos 360º, para clientes como Richards, Tetrapak, Brookfield Energia, Record TV, entre muitos outros. Em 2017, tiveram seu filme para planetários, o curta-metragem formato fulldome “Missiva”, selecionado para o Immersive Film Festival em Espinho, Portugal. Fizeram parte da equipe da experiência interativa “Awavena”, da diretora australiana Lynnete Walworth, filmada na tribo dos Yawanawa na Amazônia, que estreou no festival de Sundance e participou do Festival de Veneza em 2018.

Foram facilitadores e instrutores do VR BootCamp em 2017, pelo Laboratório de Atividades do Amanhã, do Museu do Amanhã, e instrutores do curso “Narrativas em VR” oferecido pelo Cinema Nosso, em 2018. Já foram palestrantes em diversos eventos no setor de VR, como no Festival Hyper VR 2017, em São Paulo, e na Rio2C, no Rio de Janeiro, onde estrearam sua experiência interativa “Sonho Marroquino” em 2018.

EXPOSIÇÕES

2011    Animafoto (vídeo-arte) | Instituto Kreatori

2013    Bonito Por Natureza  (Coletiva) | Galeria Vilanova

2013    Raiz | Galeria Vilanova

2014    Raiz | Gaia Art Café

2018    Habitat | Galeria Bianca Boeckel

2018    Ruína Carioca | SP Arte Foto 2018 / Galeria Bianca Boeckel

2019    Un’altra storia  (Coletiva) | Galeria Bianca Boeckel

2019    Liquenscape | SP Arte Foto 2019 / Galeria Bianca Boeckel